THEME Amor-4mor
Cheia de manias, de encantosde trejeitos, de olhares, de defeitos. Uma pilha de lembranças de cheiros, de , sabores. Encantada por moletons gigantes, livros velhos, camas quentes, homens fortes e livros maçantes, vivia de jeans e regata branca, colares, pulseiras, barulhos e diferentes sorrisos completavam sua produção. Planejava diferentes tipos de cabelo em frente ao espelho sempre terminando com aquele seu costumeiro rabo de cavalo, de rebolado devastador e olhar penetrante arrancava assovios, olhadelas dissimuladas e pensamentos profanos por onde passava, gostava de se sentir desejada. Mas nem por isso perdia a simpatia, o olhar de menina moça, não era por que era rainha que deixava de lado seu encanto de princesa.
Ideologia ∞

“Tenho saudade de quando você sorria e eu era o motivo.”

Ryan Rocha.    (via teleportear)

“Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraçá-la. Sonhe com aquilo que você quiser. Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance de fazer aquilo que se quer. Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E esperança suficiente para fazê-la feliz. As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos. A felicidade aparece para aqueles que choram. Para aqueles que se machucam. Para aqueles que buscam e tentam sempre. E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas. O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade. A vida não é de se brincar porque um belo dia se morre.”

Clarice Lispector.     (via florindo-me)

2
812
29

“Eu falo mais comigo mesma do que com os outros.”

O Diário de Anne Frank.  (via solenista)

“Por enquanto estou inventando a tua presença.”

Clarice Lispector. (via romantizar)